ASTROBLOG

Gerenciador de senhas: o que é e como utilizar?

Saiba como funciona um gerenciador de senhas e a sua importância para a segurança digital 

Especialistas em segurança digital recomendam uma série de critérios para a criação e o gerenciamento de senhas, como adicionar caracteres especiais, elaborar senhas maiores e fugir de opções previsíveis. Porém, apesar dessas orientações, é comum o uso de senhas básicas e que não garantem a proteção necessária, já que os usuários preferem seguir por um caminho mais simples ao criar uma senha para que possam lembrar com mais facilidade. Os rankings de senhas mais utilizadas no mundo mostram que senhas com sequências de "123456" e palavras óbvias como "password" (senha em inglês) estão no topo da lista.  

As reproduções da mesma senha em diversos cadastros também representam perigo para a segurança digital. Esses hábitos se tornam mais frequentes diante dos inúmeros cadastros em plataformas e serviços que estamos acostumados a fazer cada vez mais. Criar senha complexas, sem repetição, em grande quantidade e memorizar todas são desafios frequentes no dia a dia na internet. Por isso, o gerenciador de senhas pode ser uma solução eficaz para administrar todos esses dados. 

O que é um gerenciador de senhas? 

O gerenciador de senhas é uma plataforma desenvolvida para armazenar diversas informações de login em um ambiente virtual criptografado. Ou seja, as credenciais de acesso ficam salvas em um cofre digital.  

Geralmente, essas plataformas funcionam em nuvem e podem ser usadas através de uma extensão no navegador ou um aplicativo. A ferramenta é capaz de sugerir senhas fortes para serem utilizadas em novos cadastros online e pode salvar esses dados para consultas posteriores. Assim, o gerenciador de senhas possibilita reunir diversos dados importantes em um único espaço seguro e facilita a geração de senhas complexas suficientes para assegurar a proteção de contas em sites, serviços, apps etc.  

Para acessar o gerenciador de senhas, é necessário criar uma senha principal chamada de "senha mestra". Dessa maneira, o usuário precisará memorizar apenas essa senha mestra para consultar todas as outras informações de login. Ao criar esse código principal, deve-se respeitar todas as recomendações de segurança já citadas, uma vez que será a chave para ter acesso aos dados guardados na ferramenta. 

Os gerenciadores de senhas são ferramentas confiáveis e oferecem vantagens para simplificar o cotidiano, mas precisam ser escolhidos com atenção. Consultar especialistas, analisar o histórico da plataforma e ler atentamente às indicações de cada ferramenta são recomendações importantes para garantir a segurança na criação e no armazenamento de senhas. 

 

Este conteúdo também é publicado no caderno de tecnologia em parceria com o Portal ABCdoABC. Continue acessando a Plataformanet e fique por dentro das novidades sobre o mundo da tecnologia.    

Fonte: WeLiveSecurity by ESET, Blog Nubank 

Imagem: Envato 

< Voltar